sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Robinho está de volta ao Santos FC

Robinho está de volta ao Santos FC


O Rei das Pedaladas está de volta à Vila Belmiro. O Santos Futebol Clube acertou a contratação de Robinho por empréstimo até 4 de agosto de 2010 junto ao Manchester City, da Inglaterra. O craque será apresentado à torcida com grande festa em data a ser divulgada pelo Clube. "Foi uma negociação com um final muito feliz para o Santos. Teremos reunidos em nosso Clube três gerações de craques. É um grande presente para a torcida do Peixe", avalizou o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro.

Com o retorno do quinto maior artilheiro do Clube após a Era Pelé, o Peixe reunirá na mesma equipe três gerações de ídolos da nação santista: Robinho, Neymar e Paulo Henrique Ganso e Giovanni. Mas, agora, Róbson de Souza traz, além do talento, a experiência de quem já disputou uma Copa do Mundo (2006) e ganhou, também pela Seleção, uma Copa América (2007), com direito a artilharia (seis gols), e duas Copas das Confederações (2005 e 2009).

Na primeira passagem pelo Alvinegro Praiano, clube que o revelou para o mundo, foi bicampeão Brasileiro (2002 e 2004) e vice da Libertadores (2003). No Real Madrid, da Espanha, com o qual foi negociado em 2005, foi bicampeão espanhol (2006-2007 e 2007-2008). Durante 2008, partiu para o futebol inglês.

Menino da Vila
Quando Róbson de Souza tinha apenas 14 anos, o Rei Pelé, que na época supervisionava as categorias de base do Santos Futebol Clube, já apontava que o garoto teria um grande futuro. Robinho confirmou a previsão e tornou-se um dos melhores jogadores do mundo.

E mesmo antes de chegar ao time principal, sua qualidade já era comparada com a de Garrincha e Pelé. Em 2001, ajudou o time Juvenil a conquistar o título paulista da categoria.

A estreia no time profissional aconteceu em 2002, no dia 24 de março, na Vila Belmiro. Entrou no lugar de Robert na vitória de 2 a 0 sobre o Guarani (SP), pelo Torneio Rio-São Paulo

A consagração viria nas atuações ao longo do Brasileirão 2002 e, principalmente, na fase final da competição. Foi decisivo nas quartas, contra o São Paulo, na semi, diante do Grêmio, e na grande final contra o Corinthians. No segundo jogo da decisão contra a equipe do Parque São Jorge, pedalou oito vezes em cima de Rogério e comandou o Peixe na vitória por 3 a 2

No ano seguinte, Robinho ainda foi vice-campeão da Libertadores e junto com o Peixe levantou a taça do Brasileiro de 2004.

Em 2005, antes da ida para o Real Madrid, o último jogo no Santos FC aconteceu no dia 24 de agosto, na vitória por 3 a 2 sobre Paysandu, no Mangueirão, em Belém do Pará, pelo Brasileiro daquele ano.

Em 190 jogos, marcou 83 gols

6858km de futebol

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget