quinta-feira, 26 de junho de 2008

Jornal: Havelange aponta armação em duas Copas

Jornal: Havelange aponta armação em duas Copas

De seus 92 anos, João Havelange passou 24 (1974 a 1998) na presidência da Fifa. Seu primeiro Mundial no cargo foi em 1978, marcado pela polêmica. No entanto, o dirigente garante que não houve qualquer tipo de manipulação na Argentina. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o brasileiro apontou armação nas Copas de 1966 e 1974.
"Em 66, o Brasil tinha praticamente o mesmo time de 62. Quem era o presidente da Fifa? Sir Stanley Rous, inglês. Onde era a Copa? Inglaterra", argumentou o dirigente, de acordo com o jornal. Então campeã do mundo, a Seleção Brasileira não passou da primeira fase do Mundial de 1966, conquistado pelos donos da casa com um gol irregular na decisão.

Como presidente da Confederação Brasileira de Desportos, antecessora da CBF, Havelange estava nos títulos de 1958, 1962 e 1970. As duas Copas em que foi derrotado, ele contesta. "Em 74, na Alemanha, também. O senhor não acha estranho? E te pergunto: a Inglaterra voltou a ser campeã ou ganhou alguma coisa? Não, então pronto", declarou em entrevista à Folha de S.Paulo.
No Mundial mais questionado da história, no entanto, Havelange garante que o título foi decidido dentro de campo. "Todo mundo agora só fala em política, nisso e naquilo, e não é nada disso", afirmou. Na ocasião, a Argentina, governada pelo ditador Rafael Videla, garantiu vaga na decisão com uma improvável goleada sobre o Peru.

No próximo dia 29 de junho, o mundial de 1958 completa 50 anos. Havelange classifica a conquista na Suécia como seu "maior orgulho" na carreira. Membro do Comitê Olímpico Internacional, ele atualmente trabalha para trazer os Jogos de 2016 para o Rio de Janeiro e aposta em uma Copa de sucesso no Brasil em 2014.

Joseph Blatter sucedeu João Havelange no comando da Fifa. Depois de elogiar o dirigente suíço, o brasileiro previu que o atual presidente da CBF, Ricardo Teixeira, siga um caminho semelhante ao seu e assuma a entidade máxima do futebol no futuro.

fonte: www.terra.com.br

6858km de futebol
http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

quinta-feira, 12 de junho de 2008

EURO 2008 - Scolari e novo treinador do Chelsea

Nem o hat-trick do Villa, nem o golaço do Ibrahimovic, nem a derrota da Itália para a Holanda, a grande noticia do EURO 2008 e que o Escolari e o novo treinador do Chelsea.

Depois de conquistar tudo na América do sul o mundial de 2002 com a seleção brasileira e de trasnformar a selecao portuguesa em uma das 4 melhores do mundo, O Felipao vai dirigir a equipe do Chelsea.


Esta claro, que essa contratação e o ato mais desesperado (e talvez o ultimo) do Roman Abramovich, de querer transformar o Chelsea em uma equipe ganhadora da liga dos campeões.

So imagino se o Monty Python poderia fazer melhor que o gato Fedorento












6858km de futebol
http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

sábado, 7 de junho de 2008

Ressaca de Viño Tinto após um jogo de Boston...

Quando o jogo do Brasil estava por começar, Galvão Bueno veio demonstrando seus profundos conhecimentos esportivos, afirmando que a seleção do país de Hugo Chávez é conhecida na Venezuela como Viño Tinto. Mal sabia ele da ressaca que iríamos ter após o jogo.

Em toda a história só havíamos levado 5 gols deles... Daniel Alves se encarregou de aumentar essa estatística em 20%. Fez uma linha de impedimento rídicula, deixando Maldonado em plenas condições de arrancar desde o grande círculo e tocar na saída de Doni.

Pouco tempo depois, o mesmo Daniel Alves deu condições legais para outra arrancada e gol de Maldonado - este mal anulado pela arbitragem. Mas os outros 20% não tardaram: saímos jogando errado, Vargas tomou a bola, passou por 2, deu um elástico em Luisão e mandou para o canto esquerdo baixo de Doni. 2x0 Venezuela. Podia estar 3 se não fôsse o bandeira amigo. E o Brasil ? Uma bicicleta furada de Adriano, uma arrancada de Pato, desperdiçada por Gilberto, e só... O tripé formado por Robinho, Adriano e Pato não funcionava. E não funcionava por culpa de Dunga que escalou Robinho no meio, no papel do famoso 1 (do 4-3-1-2). Armar não é a dele. E a bola, por isso, não chegava no ataque.

Começamos o 2o. tempo, com Diego no lugar do Adriano e Robinho mudando de função, fazendo companhia a Luís Fabiano, no lugar de Pato no ataque. Com um armador, o jogo fluiu um pouco mais mas não conseguimos fazer o gol. Aliás, nosso primeiro chute a gol veio com inacreditáveis 25 minutos do 2o. tempo. Não chutar está se tornanod nossa especialidade - é só ver o post do amostoso contra a Irlanda, onde só demos um chuteno início do 20. tempo... E ainda demos chance para a Venezuela chegar ao 3o, numa jogada pela direita, em que nos livramos com um corte salvador dentro da pequena área antes da chegada de Vargas...

Dunga conseguiu com seu time mal-armado estragar a chance de vermos um time com Pato, Adriano e Robinho. Conseguiu fazer-nos perder a primeira para a Venezuela na história. Conseguiu manchar de vinho tinto a camisa da seleção. E nódoa de vinho não sai. Fica para a história.

Quero ver o que vamos fazer para encarar Paraguai e Argentina em 10 dias valendo vaga para a Copa. Kaká não jogará e duvido que ele saia com o Diego como titular. A ver.

Só como destaque, a Argentina bateu o México por 4x1 esa semana, com Aguero e Messi jogando um bolão. O Paraguai continua com uma defesa sólida apesar da derrota no amistoso dessa semana. Com a produção do meio-de-campo e da defesa de ontem vai ser difícil...

A ver também o início da Euro daqui a pouco...

6858km de futebol
http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Flu calou o Boca

O Boca veio com tudo. Jogou o Flu no campo de defesa e pressionou até Cáceres cruzar e Palermo marcar com ajuda de Fernando Henrique, que fez, ao longo da partida muitas defesas difíceis. O Boca estava a caminho de matar mais um brasileiro. Mas em 6 minutos, Dodô sofreu uma falta que Washington mandou na gaveta e em seguida, o mesmo Dodô, banco no tricolor, puxou um contra-ataque mortal, deixando o ex-river-platense e ex-vascaíno Conca na cara do gol para desempatar. No final, o Boca ainda deu uma saída errada de bola e consagrou Dodô. 3x1 pro Flu, fim da sequência de brasileiros caindo frente a eles e ironia de Renato Gaúcho: Boca Juniors, muito prazer, eu sou o Fluminense (os argentinos declararam durante a semana não conhecer o Fluminense). Que venha a LDU e quem sabe, o Manchester United.

Pela Copa do Brasil, o Corinthians chegou a fazer 3x0, com dois gols de estrangeiros ("Casí-gol" Herrera e Acosta) e um de Dentinho, que não marcava a 2 meses. A melhor parte do Sport falhou muito ontem e o time leva um prejuízo enorme para a Ilha do Retiro. O prejuízo só não é maior porque Enílton marcou aos 46 min. do 2o. tempo. O Sport terá que sair do buraco dos 3x1 contra. 2x0 em casa bastam, como bastaram contra o Vasco. Como sempre, a arbitragem foi polêmica e as reclamações são do Sport: no primeiro gol, o time alegou falta do Corinthians no início do lance (na minha opinião, não houve) e reclama de um pênalti no 2o. tempo - o Héber Roberto Lopes chegou a marcar e depois voltou atrás atendendo ao aceno do bandeira - impedimento claro e reclamação injusta.

Na Europa, a Espanha ficou num magro 1x0 contra os EUA e nos EUA. Jogando essa bolinha, não vai dar de novo... como não deu pro Boca...



6858km de futebol
http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

quinta-feira, 5 de junho de 2008

Euro 2008 - datos e estatisticas

Jogador mais baixo: Floretin Petre, da Romenia, com 1,66 m
Jogador mais alto: Jan Koller, Rep Checa com 2,02 m

Jogador Mais Jovem: Eren Derdikoy, Suica, com 19 anos
Jogador mais velho: Ivica Vastic, Austria, com 38 anos

Seleção com mais jogadores no estrangeiro (atuando fora da liga nacional):Croacia com, 21 jogadores
Seleção com menos jogadores no estrangeiro: Russia, com apenas 1 jogador (Ivan Saenko, que joga na Alemanha)

Liga nacional europeia que mais contribui com jogadores no EURO 2008: Alemanha, com 56 jogadores.
Liga nacional europeia que menos contribui com jogadores no EURO 2008: Bulgaria, com 01 jogador.

Clube que mais contribui com jogadores para o EURO 2008: Parathinaikos, com 10 jogadores
Clube que menos contribui com jogadores para o EURO 2008: ufff....um moi!!!


6858km de futebol
http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

Brazucas no Euro 2008


Como em toda boa competição de futebol que se preze, nao pode faltar um brazuca, o EURO 2008 nao poderia ser diferente.

começamos por portugal, a "equipa" lusa conta com 2 brazucas no time, o meia Deco e do Pepe, ambos jogadores começaram a carreira no corinthias de alagoas, a terra do lunático

Depois de portugal, a TURQUIA, e outra selecao que tem em suas fileiras um brazuca, nesse caso o Mehmet Aurélio.

A Polonia, traz o velho conhecido do torcedor flamenguista, o Roger Guerreiro.

A Alemania, ataca com o Kevin Kuranyi, o menos brazuca dos brazucas do euro

A ESPANHA, traz o veterano Marcos Senna.



E se nao fosse pela lesao sofrida, a Croacia, teria o Eduardo Da Silva vulgo Dudu, estaria em campo.


6858km de futebol
http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

terça-feira, 3 de junho de 2008

A Euro 2008 vem aí...



Site oficial da competição: http://en.euro2008.uefa.com

Clicando em Fanzone na barra superior e depois em Predictor dá para participar de um bolão e verificar a quantas anda o seu chutômetro. Ainda dá para participar do McDonald's Fantasy Football, onde vc escolhe o seu Dream Team para ganhar um prêmio conforme a atuação dos seus atletas. O jogador mais escolhido até o momento, é claro, é o Cristiano Ronaldo...

Meu Dream Team ficou assim (decidi não gastar com o Cristiano Ronaldo): van der Sar, Sergio Ramos, Lahm, Jankulovski e Zambrotta, Ljungberg, Smolarek, Kuyt e De Rossi, Klose e Henry. No banco: Progrebnyak

Abaixo, meus palpites para a 1a. rodada da Euro 2008, devidamente cadastrados no Predictor (horários locais).

07/Jun - 16h - Suíca x Rep. Checa
Vitória da Rep. Checa, num jogo de 2-3 gols sendo o primeiro marcado por Galásek (Rep. Checa)

07/Jun - 18h45min - Portugal x Turquia
Empate, com mais de 4 gols sendo o primeiro de Altintop (Turquia)

08/Jun - 16h - Áustria x Croácia
Vitória da Croácia, num jogo com 2-3 gols e Simunic (Croácia) abrindo o placar.

08/Jun - 18h45min - Alemanha x Polônia
Vitória da Alemanha, num jogo de mais de 4 gols, com Lahm pondo os tedescos na frente

09/Jun - 16h - Romênia x França
Infelizmente, vitória da França, com Evra inaugurando o marcador. Jogo com 2-3 gols

09/Jun - 18h45min - Holanda x Itália
Empate em 1x1. Zambrotta marca o primeiro.

10/Jun - 16h - Espanha x Rússia
Mais um empate. Kolodin põe os cossacos na frente mas no final a Espanha empata. Muitos gols: 4 ou mais.

10/Jun - 18h45min - Grécia x Suécia
A Suécia ganha por 2x1. Stoor causa storm na defesa grega...

6858km de futebol
http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

Banda pra quem precisa de banda...



A Revista Placar lançou uma idéia muito boa e que vou partilhar com vocês. Se cada clube fosse uma banda de música, qual seria? Os 12 maiores times do Brasil estão citados e vale à pena conferir!

Inter = Led Zeppelin... Reinou nos anos 70 e morreu nos 80. Seus líderes conseguiram juntar os cacos e voltar nos anos 2000, com uma inesquecível turnê mundial.

Grêmio = Sepultura... Um de nossos sucessos internacionais. Mas na terra do molejo e do samba faceiro - exceção feita ao seu público fiel - muitos acham que eles pegam pesado demais

Santos = Beatles... Nos anos 60, não tinha pra ninguém, até hoje é lembrado no mundo inteiro pelos sucessos de 40 anos atrás.

Palmeiras = Aerosmith.... A banda tem enorme tempo de estrada. Mas suas músicas só atingem o estrelato quando faz alguma parceria.

São Paulo = Queen... Já foi eleita a melhor do mundo uma quantidade de vezes...

Corinthians = Michael Jackson... Um dos mais populares da história envolveu-se em escândalos e até mudou de cor. Tem apostado em criancinhas como Lulinha e Dentinho.

Botafogo = Rolling Stones... Seria o maior da década de 60, se não houvesse um rival mais popular... Teve seus Satisfacion em Garrincha. Há alguns anos retomou o rumo e está feliz da vida.

Vasco = Oasis... Banda de qualidade e importância inquestionáveis. Todo mundo quer gostar dela quando ouve, mas a imagem do líder Euricão Gallagher faz muita gente sentir aversão.

Fluminense = Titãs... Banda charmosa e simpática. No Brasil, é querida por muitos. O problema é que ninguém nunca ouviu falar fora de nossas fronteiras...

Flamengo= Jorge Benjor ..Há muito tempo não produz um grande sucesso, mas é incrível como segue popular e nunca sai da moda...

Atlético-MG = Raul Seixas... Mesmo sem ter alcançado o estrelato tantas vezes, conseguiu se consolidar como um dos artistas mais populares do país. Seus fãs são tão apaixonados que tem fama de malucos.

Cruzeiro = Paralamas do Sucesso... Na América do Sul é respeitado e campeão de vendas. Mas quando participa de um festival com bandas européias é café com leite...

6858km de futebol
http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

São JEANuário, seleção e polícia para quem precisa

Amistosos preparatórios para a Euro a tarde: a França foi mais uma vez vítima do paredón paraguaio, que mantém sua eficiência mesmo sem Gamarra. Ficou no 0x0 e manteve em alta as estastísticas deles, que só levaram 4 gols nas eliminatórias. O Peru tentou crescer para cima da Espanha mas foi contido, levou 2x0 e diminuiu no final. Não vi nada demais nesses dois times para a Euro. Portugal e Alemanha, como sempre, são meus favoritos hoje.

O Vasco começou perdendo de novo no sábado... levou um gol de cabeça de um atacante do Grêmio numa jogada de Roger. O detalhe é que ele estava sozinho na marca do pênalti no meio de 5 vascaínos e nao precisou pular mais que um jornal deitado para empurrar a bola para as redes vascaínas. Lamentável a fragilidade ofensiva vascaína. Ainda mais sem o Edmundo. Ficou muito fácil de marcar...

Pelo menos, o Antônio Lopes tem demonstrado alguma coragem para mexer. O Morais mais uma vez um primeiro-tempo burocrático. 90% das vezes em que ele tem pegado na bola, ele tenta a jogada mais manjada do mundo: passar pro Wagner Diniz. Com o Morais em campo, o adversário pode tranquilamente esquecer o lado esquerdo do ataque vascaíno. Ele saiu e deu lugar ao Jean no 2o. tempo, que se mostrou presente, organizando o jogo, balanceando o time vascaíno, metendo bolas dos dois lados do campo e desisolando o Leandro Amaral, que é sempre um perigo - desde que a bola chegue nele.

Enfim, numa triangulação com o Wagner Diniz pela direita, empatamos e depois numa tabelinha pelo meio viramos. São Jeanuário tem entrado, feito gols e mudado as partidas. Merece a vaga de titular. E o Morais merece esquentar o banco por uns dias pra ver se melhora.

Mais tarde no sábado, veio o jogo do Brasil. Enfim, vencemos o Canadá. Mas não fácil. Parecia fácil quando o Brasil chegou ao primeiro com um drible elástico devastador do Robinh, seguido de assistência para o Luís Fabiano. Mas não foi fácil: graças em parte ao Júlio César que deu uma saída gol digna do caçador de borboletas Dida no primeiro gol canadense. Fizemos 2x1 com um eficiente Diego (boas atuações nos últimos 3 jogos pela seleção). Mas, como diz o Galvão, deixamos o Canadá crescer e gostar do jogo. Levamos um golaço e só nos salvamos com o Robinho que recebeu um presentaço do zagueiro canadense, dribou o goleiro, e só não entrou com bola e tudo porque teve humildade. E manteve sua cotação altíssima com o mestre, oops, com o Dunga.

No domingo, morníssimo 0x0 entre São Paulo e Santos, Coritiba roubadíssimo em casa (2 pênaltis não marcados) empatou em 1x1 com o líder Cruzeiro, Flamengo titular penando para bater por 1x0 os reservas de Renato Gaúcho (o pênalti foi...infelizmente... o Flu é o lanterna - a prioridade total é a Libertadores), o Vitória fazendo caridade para o ex-lanterna Ipatinga (primeira vitória dos mineiros na Série A). O Palmeiras venceu o Atlético-Pr por 1x0. O rubro-negro paranaense foi mais um a ter pênalti não marcado a seu favor. Com essas arbitragens, não dá.

No jogo mais confuso da rodada, Náutico 3x0 Botafogo. Confuso graças a uma absurda expulsão do André do Botafogo, em lance que nem falta foi. Mais confuso ainda porque na saída dele, o vestiário estava fechado e ele respondeu aos xingamentos da torcida adversária com duas bananas. A confusão se transformou em tempestade quando a polícia o prendeu, os jogadores do Botafogo o soltaram, a polícia o prendeu novamente e o levou embora pelo meio da torcida do Náutico - com brutalidade excessiva e pondo em risco a integridade física do atleta. Bebeto de Freitas foi preso e se recusou a entrar em acordo. Volta em 15 dias para responder a processo. O jogador, não; fez acordo e trocou o inquérito pelo pagamento de cestas básicas. Lembramos que no ano passado o Lori Sandri num jogo válido pela 2a. divisão também foi preso e vítima da truculência da mesma PM de Pernambuco. Não apóiamos - pelo contrário - condenamos o gesto do atleta botafoguense contra a torcida. Mas a polícia tem que lidar com estas situações com mais eficiência e menos truculência.

Inveja do futebol europeu é pouco.

6858km de futebol
http://6858kmdefutebol.blogspot.com/
Ocorreu um erro neste gadget