segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Roberto Carlos se diz pronto para jogar.

Roberto  Carlos se diz pronto para jogar.


Pelo menos no discurso, Roberto Carlos chegou ao Corinthians como um típico corintiano. Além de prometer encerrar a carreira no clube, também compartilhou das ambições e das características alvinegras. Adotou a obsessão pelo inédito título da Libertadores no ano do centenário e fez questão de deixar a relação com os rivais no passado. Ainda empolgou a torcida ao prometer jogar o quanto antes e fazer gols.




Achegada de Roberto Carlos ao Corinthians, nesta segunda-feira, foi digna de um popstar. Milhares de torcedores compareceram ao Parque São Jorge para dar boas-vindas ao lateral. O discurso do jogador contribuiu para inflamar ainda mais a torcida. Aos 36 anos, ele fez juras de amor ao clube, manifestando desejo de encerrar a carreira com a camisa do time.

Aos 36 anos, o lateral-esquerdo mostrou que não usará sua experiência somente dentro de campo. Desde o início de sua apresentação, ele fez de tudo para agradar à torcida. Citou a importância dos fãs com frequência e “esqueceu” seu passado relacionado aos rivais corintianos.

Melhores gols de roberto carlos




“Em relação aos clubes que já defendi, isso já passou. A realidade agora é outra. Hoje sou corintiano e quero ganhar títulos com essa camisa. Meu passado faz parte do passado. Minha realidade é dar títulos ao Corinthians e à torcida”, falou o reforço na entrevista concedida diante dos milhares de torcedores localizados na arquibancada.
O discurso empolgou os torcedores, que deram seu recado ao lateral. Quando Roberto Carlos foi questionado sobre o desejo que tinha de atuar pelo Santos para satisfazer seu pai, a torcida entoou gritos e ofensas contra o clube do litoral. E o novo camisa 6 entendeu a mensagem. Sequer falou do Santos.

A Libertadores também fez parte da apresentação. Ciente da expectativa criada sobre o torneio, o lateral recorreu às forças superiores para projetar a competição, sempre enaltecendo a torcida.

“O Corinthians vai jogar a Libertadores em um ano tão importante como o centenário e não podemos desiludir a torcida, temos que entrar nisso. A Libertadores é nosso desejo neste ano e também não tenho esse título. Acredito muito no destino e se estou no Corinthians no ano do centenário e no ano da Libertadores é porque alguma coisa vai acontecer”, declarou

6858km de futebol
http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget