quinta-feira, 24 de junho de 2010

Santos recebe palestinas para intercâmbio

PALESTINAS VIBRAM COM INTERCÂMBIO

  • Fotos: Pedro Ernesto Guerra Azevedo (Santos F.C)
    Palestinas realizaram treinamento na praia de Santos juntamente com as "Sereias da Vila"
  • Zagueira da seleção palestina, Nevin Alkalayb, concedeu entrevista coletiva no CT Rei Pelé

A conceituada equipe de futebol feminino do Santos rompeu barreiras políticas ao receber uma delegação da Palestina para intercâmbio. A solicitação partiu do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, e graças a aceitação santista, as atletas da palestina vão realizar uma série de treinamentos no clube até o dia 6 de julho.
A delegação da Palestina chegou a Santos no último domingo, e já iniciaram uma série de atividades no clube. O elenco conta com 20 atletas, sendo 13 muçulmanas e sete cristãs.
As atletas fazem parte da seleção feminina de futebol da Palestina e vieram acompanhada do treinador Hani Saeed Ahmad Almajboubah. A equipe tem apenas dois anos de formação.
O Santos promoveu uma entrevista coletiva com as presenças do treinador e uma jogadora da seleção palestina após o treinamento da tarde de quarta-feira, no CT Rei Pelé. Os palestinos responderam às perguntas em árabe e a imprensa contou com um auxilio de tradutor para compreensão.

“É um momento marcante, principalmente por conta das diferenças culturais e do idioma. Fico feliz por ver uma região como a Palestina, que tem uma situação política difícil, utilizando o esporte para unir as pessoas. Como técnico da seleção, estou satisfeito porque este intercâmbio prova que o Brasil é uma referência para o futebol feminino mundial”, disse o treinador, em entrevista coletiva.
O intercâmbio também foi valorizado pela zagueira Nevin Alkalayb. “Pra mim, o futebol é como o ar que eu respiro. Estou muito animada com este intercâmbio. Espero tirar o máximo desta oficina, já que as jogadoras brasileiras são um espelho para mim. Estou surpresa com a receptividade do povo brasileiro”, disse Nevin.
O Santos programou a realização de um amistoso contra a seleção palestina. No entanto, para o treinador das “Sereias da Vila”, Kleiton Lima, as atletas brasileiras também estão tendo uma oportunidade de adquirir diversos aprendizados.
“É um momento marcante, principalmente por conta das diferenças culturais e do idioma. Fico feliz por ver uma região como a Palestina, que tem uma situação política difícil, utilizando o esporte para unir as pessoas”, comentou Kleiton.



6858km de futebol http://twitter.com/6858kmdefutebol http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget