quinta-feira, 24 de junho de 2010

Brasil x Portugal terá craque também no apito

Brasil x Portugal terá craque também no apito

Benito Armando Archundia está perto de recorde em Copas
Benito 
Archundia coleciona decisões em sua carreira de técnico
Benito Archundia coleciona decisões em sua carreira de técnico (Crédito: Reuters)
Alexandre Lozetti
Alexandre Lozetti ENVIADO ESPECIAL A JOHANNESBURGO 

Além de Luis Fabiano, Cristiano Ronaldo e outros astros do futebol, a partida desta sexta-feira em Durban vai contar com a presença de outro craque das Copas do Mundo. Até mais experiente do que os atletas.
O mexicano Benito Armando Archundia apitará seu sétimo jogo na História da competição e ficará a apenas um de igualar o recorde do francês Joel Quiniou, árbitro mais recorrente de todos os Mundiais.
Aos 44 anos, Archundia já pode se orgulhar de uma marca no currículo. Ao apitar a semifinal entre Alemanha e Itália, em 2006, tornou-se o primeiro árbitro a comandar cinco jogos numa mesma Copa. Na final, dias depois, o argentino Horácio Elizondo igualou sua marca.
– Fui o primeiro, ele empatou comigo – brincou o mexicano antes do pontapé inicial na África do Sul.
Graças ao excêntrico zagueiro Materazzi, o árbitro “comemorou” o recorde ainda dentro do gramado.
Quando a Itália abriu o placar, já na prorrogação, Materazzi estava só no campo defensivo. Sem conter a felicidade, abraçou a primeira pessoa que viu pela frente. Era Archundia.
Sem reação, o mexicano decidiu não punir, tampouco chamar a atenção do jogador que, na final, levaria uma cabeçada de Zinedine Zidane.
Além das Copas do Mundo, o árbitro de amanhã tem um histórico de decisões. Esteve à frente, por exemplo, da vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Liverpool (ING), na final do Mundial de 2005. Naquela ocasião, o auxiliar Hector Vergara anulou corretamente três gols dos ingleses. Ele também estará no jogo de sexta-feira.
No ano passado, Archundia era o árbitro do primeiro título mundial do Barcelona (ESP), que derrotou o Estudiantes (ARG) na prorrogação.
Na África do Sul, o sonho do juiz é, finalmente, apitar a final da Copa.
– Até lá há um longo caminho, dependo de uma boa Copa para isso.
Quem é
Nome: Benito Armando Archundia Téllez
Nascimento: 21 de março de 1966, em Tlalnepantla (MEX)
Altura: 1,70m
Árbitro Fifa desde 1993
Estreia como árbitro Fifa: Estados Unidos x Grécia (28/5/1994)
Hobbies: jogar futebol, videogame e ler
Profissões: advogado e economista

Jogos na Copa do Mundo
13/6/2006 - Brasil 1x0 Croácia
Cartões amarelos: 4
Cartão vermelho: 0
Faltas: 40

18/6/2006 - França 1x1 Coreia do Sul
Cartões amarelos: 4
Cartão vermelho: 0
Faltas: 30

22/6/2006 - República Tcheca 0x2 Itália
Cartões amarelos: 2
Cartão vermelho: 1
Faltas: 35

26/6/2006 - Suíça 0x0 Ucrânia
Cartões amarelos: 1
Cartão vermelho: 0
Faltas: 44

4/7/2006 - Alemanha 0x2 Itália
Cartões amarelos: 3
Cartão vermelho: 0
Faltas: 40

14/6/2010 - Itália 1x1 Paraguai
Cartões amarelos: 2
Cartão vermelho: 0
Faltas: 30

2,6 cartões amarelos por jogo
0,1 cartão vermelho por jogo
36,5 faltas por jogo

Curiosidades
- Archundia estreou em Copas do Mundo no jogo em que Kaká marcou o gol da vitória brasileira sobre a Croácia. Amanhã, o meia, suspenso, não estará em campo.
- O árbitro tem um filho de 18 anos que joga na segunda divisão do futebol mexicano.
- Já apitou 19 finais do Campeonato Mexicano.
- Em seis jogos, nunca marcou um pênaltis em Copas do Mundo.
- Em partidas sob seu comando, jamais ocorreram mais do que dois gols.



6858km de futebol http://twitter.com/6858kmdefutebol http://6858kmdefutebol.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget